Voltar Publicada em 04/10/2022 | Porto Velho

ELEIÇÕES 2022 – Após limite de R$ 6,2 milhões, Marcos Rocha e Marcos Rogério poderão gastar mais R$ 3, 1 milhões no 2º turno


Para entrar em nosso Grupo de Notícias do Facebook
CLIQUE NO GRUPO

Candidatos que vão concorrer ao segundo turno das Eleições 2022 poderão gastar 50% a mais do limite de gastos estabelecido para o primeiro turno.

As regras estão na Resolução TSE nº 23.704/2022 e os valores foram divulgados na tabela publicada pela Portaria TSE nº 647.

Valores

Os dois candidatos que concorrem a Presidência da República poderão gastar até R$ 133.416.046,20. No primeiro turno o limite era R$ 88.944.030,80 e agora contam com o acréscimo R$ 44.472.015,40.

Nos 12 estados em que a disputa para governador será decidida no segundo turno, candidatas e candidatos também poderão contar com o acréscimo de 50% do valor inicial.

Neste caso, os respectivos cálculos são feitos de acordo com o eleitorado de cada estado.

Em Rondõnia, o limite era R$ 6.226.082,16 no 1º turno, mas houve acréscimo pelo TSE de mais R$ 3.113.041,08 para a etapa final da disputa. Receitas e gastos de Marcos Rocha podem ser vistas aqui e Marcos Rogério aqui.

Regras

Os valores foram os mesmos adotados nas Eleições 2018, atualizados pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), aferido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com a legislação eleitoral (artigo 6º da Resolução nº 23.704), gastar recursos além dos limites estabelecidos sujeita todos os responsáveis ao pagamento de multa no valor equivalente a 100% da quantia que exceder o limite estabelecido. Os responsáveis também podem responder por abuso do poder econômico, conforme prevê o artigo 22 da Lei Complementar nº 64/90 .

Após limite de R$ 6,2 milhões, Marcos Rocha e Marcos Rogério poderão gastar mais R$ 3, 1 milhões no 2º turno

Fonte: Rondoniagora

Fotógrafo: Rondoniagora

Para entrar em nosso Grupo de Notícias do WhatsApp - Facebook - Telegram
CLIQUE UM DOS GRUPOS