Voltar Publicada em 20/11/2020 | Alto Alegre dos Parecis

PF segue no combate a crimes ambientais em Rondônia e destrói serraria que funcionava dentro de terra indígena

Operação policial contou com participação do Ibama

 

Na data do dia 17/11/2020, a Polícia Federal em Vilhena/RO realizou, em conjunto com o IBAMA, nova ação com o objetivo de combater crimes ambientais em terras indígenas de Rondônia.
 
Em mais um avanço nas diligências em curso, com o uso de diversas equipes, foi possível verificar a continuidade de crimes ambientais na Terra Indígena Rio Mequéns, situada no Município de Alto Alegre dos Parecis/RO.
 
Foram localizados veículos, acampamento, armamento e ainda uma serraria móvel - que permitia o beneficiamento de madeiras no local e que restou inutilizada pela ação dos órgãos públicos federais.
 
A PF segue agindo de modo firme, em continuidade a operações recentes, como a Operação Êxodo - que combateu a extração ilegal de madeiras na Terra Indígena Tubarão Latundê, no município de Chupinguaia/RO - e a Operação Crassa - que combateu a extração ilegal de diamantes na Terra Indígena Roosevelt, em Espigão do Oeste/RO, visando a proteção das florestas brasileiras.
 
Continuam ativos trabalhos focados na identificação dos responsáveis por tais práticas ilegais, que geram prejuízo milionário à sociedade brasileira em decorrência dos graves danos ambientais.
 
O combate aos crimes dessa natureza e a proteção às comunidades indígenas, expostas a risco em função da entrada irregular de pessoas, é tema de grande importância social. Por isso a Polícia Federal está aberta para o recebimento de denúncias no telefone 69-3316-1600 (Delegacia de Polícia Federal em Vilhena/RO) e 69-3216-6225 (Superintendência de Polícia Federal em Rondônia).


 

Fonte: Assessoria

Fotógrafo: Divulgação

Para entrar em nosso Grupo de Notícias do WhatsApp 
CLIQUE UM DOS GRUPOS