Voltar Publicada em 26/07/2020 | Vilhena

Jovem acusado de matar professor em Rondônia, em 2015, é preso no Rio Grande do Sul

André Pedro, que há época com 20 anos, mantinha um relacionamento com o contador e ex-professor do Instituto Federal de Rondônia (IFRO), Jeremias dos Santos

 

André Pedro Holanda Silva, acusado de matar um professor em 2015 na cidade de Vilhena (RO), foi preso na sexta-feira, 24 de julho, no município de Santiago (443 km de Porto Alegre) no Rio Grande do Sul. Ele era foragido da Justiça de Rondônia.

A prisão ocorreu em uma ação conjunta do serviço de inteligência da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Brigada Militar e Polícia Civil gaúcha. De acordo com informações policiais, André, que tem 26 anos, era passageiro em um automóvel modelo Prisma. O carro foi parado em uma barreira policial.

Ao ser abordado, o foragido apresentou uma identidade falsa, mas foi descoberto. “Ele deu um documento falso e, de imediato, vimos que havia conflito nos dados. Checamos em nossos sistemas e descobrimos a que a cédula era falsa”, informou um policial da operação.

O foragido foi levado com o documento falso para a penitenciária estadual de Santiago, onde ficou à disposição da Justiça. Ele deverá ser transferido para Vilhena para responder pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte). 

ACUSAÇÃO

Em abril de 2015, André Pedro, que há época com 20 anos, mantinha um relacionamento com o contador e ex-professor do Instituto Federal de Rondônia (IFRO), Jeremias dos Santos, desapareceu depois que o companheiro foi encontrado morto, dentro do apartamento onde morava, no bairro Jardim América.

A perícia constatou que a vítima foi asfixiada e sofreu golpes na cabeça e teve esmagamento do crânio. André é o principal suspeito do crime. A polícia descobriu que ele viajou para Porto Velho (RO) com o carro da vítima, após o assassinato.

• Veja também:

Mecânico é morto a tiro em frente de seu apartamento em Jaru – Rondônia

 

Fonte: Rádio Progresso

Fotógrafo: Divulgação

Para entrar em nosso Grupo de Notícias do WhatsApp 
CLIQUE UM DOS GRUPOS