Voltar Publicada em 14/10/2020 | Porto Velho

Desembargador nega novos pedidos de prisões domiciliares para prefeitos e ex-deputado

Todos foram presos acusados de corrupção em um esquema denunciado por um empresário, que filmou os denunciados.

 

O desembargador Roosevelt Queiroz, do Tribunal de Justiça de Rondônia, negou nesta terça-feira (13) novos pedidos para que os prefeitos Gislaine Clemente (São Francisco do Guaporé), Luiz Ademir Schock (Rolim de Moura), Marcito Aparecido Pinto (Ji-Paraná) e Glaucione Maria Rodrigues Neri (Cacoal), além do marido dela, o ex-deputado Daniel Neri, cumprissem as prisões preventivas em casa.

Todos foram presos acusados de corrupção em um esquema denunciado por um empresário, que filmou os denunciados.

Com essa decisão, os prefeitos e o ex-deputado acumulam várias derrotas tanto no Judiciário local, no STJ e STF. A defesa de Gislaine Clemente, a “Lebrinha”, apresentou novo pedido ao STF, ainda sem decisão.

Os denunciados foram transferidos para Porto Velho há alguns dias e já se encontram em situação diferente dos demais presos temporários, em razão de prerrogativas que detém.

Fonte: Rondoniagora

Fotógrafo: Divulgação

Para entrar em nosso Grupo de Notícias do WhatsApp 
CLIQUE UM DOS GRUPOS