Voltar Publicada em 10/10/2020 | Brasília

BRASIL – Gasolina e diesel estão mais caros a partir de hoje, sábado (10)

Na bomba, o impacto será de R$ 0,08 no litro do diesel e de R$ 0,07 no da gasolina

 

A Petrobras anunciou, nesta sexta-feira (9/10), que vai reajustar o preços dos combustíveis nas refinarias. O litro da gasolina aumentará em 4% e o do diesel (S10 e S500), em 5%.

O combustível marítimo (Dmar) vai subir 5,3%. Os novos preços entram em vigor neste sábado (10/10), nas refinarias da estatal. Na bomba, o impacto será de R$ 0,08 no litro do diesel e de R$ 0,07 no da gasolina.

Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes do Distrito Federal (Sindicombustíveis-DF), Paulo Tavares, a partir desta sexta, os postos passam a comprar mais caro.

“Como nossa margem é pequena, de R$ 0,30 por litro, o impacto de R$ 0,07 é quase 30%. Então, o aumento deve ser repassado integralmente”, afirmou.

Além disso, Tavares explicou que a venda de combustíveis ainda está baixa por conta da pandemia. “A média é uma redução de 40% em relação ao período de normalidade. Em algumas cidades satélites, a queda já está menor, em torno de 20%, mas a movimentação média de carros é 40% mais baixa. Ou seja, os postos estão vendendo menos”, disse.

Segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o volume de comercialização de combustíveis ainda está 30% menor em razão da pandemia.

“Outro motivo para o repasse é que em setembro houve dois aumentos. Não dá para segurar”, explicou Tavares. A base de cálculo do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), estipulada pelo governo, também pode sofrer alteração, o que aumentará ainda mais os produtos.

Apesar do aumento, as janelas para importação do diesel continuam fechadas, alertou o presidente executivo da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), Sérgio Araújo.

“Mesmo com esse aumento, a diferença em relação à paridade internacional ainda é expressiva, mantendo inviável as operações de importações de óleo diesel”, disse.

Fonte: Painel Político/Correio Brasilienze

Fotógrafo: Divulgação

Para entrar em nosso Grupo de Notícias do WhatsApp 
CLIQUE UM DOS GRUPOS