Notícia publicada em 13/09/18 - 17:28 | Polícia | Brasil
Covardia: após esposa negar sexo, pai atira e mata o próprio filho
Maycon Salustiano Silva, de 25 anos, foi preso em flagrante por atirar no peito e matar o próprio filho, um bebê de 6 meses. O acusado declarou à polícia que não se lembra do ocorrido pois havia ingerido bebida alcoólica e fumado maconha
Reprodução/JequiéUrgente
Jequié Urgente

Um pai foi preso suspeito de matar o próprio filho, um bebê de 6 meses, na madrugada desta quarta-feira, 12, na cidade de Luziânia, em Goiás, no entorno do Distrito Federal. Maycon Salustiano Silva, de 25 anos, foi preso em flagrante e declarou à polícia que não se lembra do ocorrido pois havia ingerido bebida alcoólica e fumado maconha.


O delegado Daniel Martins Ferreira, responsável por investigar o caso, afirmou à reportagem que Salustiano disparou contra a criança com uma garrucha calibre 22 depois de discutir com a sua mulher, de 20 anos, mãe do bebê. O homem teria se irritado após ela se recusar a manter relações sexuais com ele.


“A mãe relatou que teve uma discussão com o autor, que a agrediu fisicamente. Ele falou que ia pegar água, saiu e voltou com uma arma”, disse o delegado. “O marido perguntou se ela acreditava que ele tivesse coragem de disparar no filho e atirou no bebê.”


Atingido no peito, o menino, chamado Michel, foi socorrido e levado a uma unidade de saúde de Luziânia, mas chegou ao local já sem vida. Salustiano foi detido por policiais militares e conduzido a uma delegacia, onde foi autuado por homicídio e posse ilegal de arma. A garrucha usada no crime foi apreendida pela Polícia Civil. A mãe da criança prestou depoimento e foi liberada em seguida.









Mais fotos
Foto 2
Ampliar
Foto 2
Ampliar
Foto 2
Ampliar
       
Comentários

 

Imprimir

 

Calendário

TV Online

Rádio Rondônia

Rádio Esperança

Publicidade

Facebook

Todos direitos reservados a O Portal RODesevolvimento de Websites