Notícia publicada em 23/08/18 - 09:41 | Geral | Porto Velho
Reservas Florestais: Laerte destaca desespero de famílias
O deputado informou que o governador Daniel Pereira (PSB) está ciente do desespero das famílias
Gilmar de Jesus

Assessoria


Na sessão ordinária desta terça-feira (21), na Assembleia Legislativa, o deputado Laerte Gomes (PSDB), voltou a destacar sua preocupação com centenas de famílias de produtores rurais, que foram surpreendidas com o decreto do Governo, que criou 11 reservas florestais, totalizando uma área de 600 mil hectares em vários municípios rondonienses. 


“Estamos falando de trabalhadores, famílias inteiras, que há mais de 40 anos viviam em terras, produzindo, ajudando a economia do Estado, e que da noite para o dia, foram transformadas em reservas florestais”, destacou Laerte. O deputado informou que o governador Daniel Pereira (PSB) está ciente do desespero das famílias e que já sinalizou boa vontade em resolver a questão. 




“Ele disse que tentará revogar a criação de reservas em algumas áreas, porém, queremos que sejam incluídas nessa revogação, todas as áreas que sejam produtivas, sem exceção. Ou beneficia 100%, ou vamos rediscutir isso aqui na Assembleia”, enfatizou. Em aparte, o deputado José Lebrão (MDB), parabenizou o colega por retomar o assunto e também afirmou, que se existe a proposta de revogar a criação das reservas, que seja feita em sua totalidade. Lebrão ressaltou que o Estado possui a Reserva de Fauna Pau D'Óleo, Reserva Ilha das Flores e parte de outras áreas de conservação que, segundo o deputado, podem servir de permuta no momento de entrar a 3ª Aproximação Socioeconômica e Ecológica do Estado e as compensações ambientais. 




“Também precisamos discutir a situação de Minas Nova, União Bandeirantes e outras reservas, que foram criadas no passado e que prejudicaram muito a população de Rondônia”, concluiu o deputado. Laerte Gomes informou, que existem áreas da região do Vale do Guaporé, da RO 429 que estão dentro do decreto do Executivo e disse considerar isso um absurdo. Segundo o parlamentar, Rondônia já possui aproximadamente 65% de suas áreas, transformadas em reservas legais. 




“Daqui a pouco vamos virar uma nova Roraima, não podendo produzir mais nada. Como vamos pagar nossos servidores, como o Estado vai arrecadar, afinal, hoje quem mantém a economia de Rondônia funcionando é a agricultura, o agronegócio, a pecuária. Se limitarmos a área de produção, consequentemente, limitaremos nossos investimentos e o Estado cairá na paralisação”, argumentou o deputado. Laerte Gomes disse que a Assembleia não aceitará que seja encaminhado projeto revogando uma ou outra área. De acordo com o deputado, ou o governo tira todas as áreas do decreto ou que seja apresentado outro caminho para resolver a questão fundiária. 




“É uma situação que está aterrorizando os produtores rurais de Rondônia, famílias que já nem dormem mais, não comem, porque vivem desesperadas. É um crime o que estão fazendo e espero que possamos resolver essa situação o mais breve possível e, para isso, conto com o apoio de todos os pares desta Casa”, finalizou Laerte.


       
Comentários

 

Imprimir

 

Calendário

TV Online

Rádio Rondônia

Rádio Esperança

Publicidade

Facebook

Todos direitos reservados a O Portal RODesevolvimento de Websites