Notícia publicada em 11/06/18 - 12:16 | Polícia | Vilhena
Suspeito de matar caminhoneiro se entrega à polícia
Foto do suspeito tinha sido divulgada na última terça-feira pela Polícia Civil. Pedra com cerca de 1 kg atravessou o para-brisa e atingiu a cabeça da vítima
Divulgação

G1/RO


O suspeito de matar o caminhoneiro José Batistela com uma pedrada na cabeça se entregou à Polícia Civil na tarde desta quinta-feira (7), em Vilhena (RO), a 700 quilômetros de Porto Velho. A foto de Willians Maciel Dias foi divulgada no dia 5 de junho, após a polícia confirmar a participação dele no assassinato. Willians se entregou aos policiais acompanhado de um advogado, por volta de 14h30 (hora local). Ele prestou depoimento e confirmou ter jogado a pedra contra o caminhão de José Batistela. Segundo o delegado Núbio Lopes, Willians confirmou que estava dirigindo um veículo na pista contrária e decidiu arremessar a pedra de baixo para cima contra o caminhão do idoso de 70 anos. 





"Ele pegou a pedra dentro do veículo e jogou, com um braço do lado de fora enquanto dirigia. Isso bem próximo da ocasião em que estava cruzando com o veículo da vítima", diz. Ainda no depoimento, o suspeito alegou não ter tido intenção de matar e queria apenas causar danos materiais nos veículos dos caminhoneiros que não aderiram à manifestação grevista. Após jogar a pedra, Willians afirma ter ouvido um barulho, mas não pensou que pudesse ter matado uma pessoa.






Em entrevista coletiva, o delegado afirma que o suspeito vai seguir preso. "Estamos cumprindo agora o mandado de prisão preventiva e o Ministério Público de Rondônia (MP-RO) foi favorável. Ele segue preso até segunda ordem do judiciário", conta Núbio.






Segundo o delegado, Willians segue preso, por enquanto, no prédio da Unisp em Vilhena e ainda nesta quinta-feira será levado à Casa de Detenção da cidade. O advogado de defesa do suspeito, José Francisco Cândido, disse que vai pedir a revogação da prisão preventiva. Apesar do cliente ter confessado que jogou a pedra, o advogado afirma que não houve intenção de matar, como está sendo investigado pela Polícia Civil.



       
Comentários

 

Imprimir

 

Calendário

TV Online

Rádio Rondônia

Rádio Esperança

Publicidade

Facebook

Todos direitos reservados a O Portal RODesevolvimento de Websites